sexta-feira, 28 de julho de 2017

Amor sentido, sem mentiras, nem maldade

.............................
Escrevo o que traduz o meu pensamento
Não sei se pelo teu amor, devo escrever
Foste luz do passado, és luz do momento
Doridos minutos que passam sem te ver
.
Todos os meus sonhos são luz sem-abrigo
Estrelas que se apagam na orla do adeus
Sonhos de doce amor que levaste contigo
Ficando pesar e solidão nos sonhos meus.
.
Não sei se para escrever ainda existe razão
Recordando vivas feridas em meu coração
Não queria escrever apenas por ter saudade
.
Sei que o amor é sorriso, palavras de doçura
Que por tanto desejar pode levar à loucura
Amor sentido, sem mentiras, nem maldade
.

sábado, 22 de julho de 2017

Sem ti, meu sonho, é solidão, sem amor

..................................
Não penso em ti, como sendo sonho surreal
Ou grão de areia que fere meu pensamento
Vives em mim qual flor de aroma magistral
Cujo perfume me enlouquece o sentimento
 .
Não te quero, como soledade em noite escura
Que me queima a alma como fogo propagado
Amo-te como quem ama uma jóia de ventura
Que em meus sonhos, seja estrela a meu lado
Quero-te como a paixão em sentido risonho
Que sejas a luz que me extasie nesse sonho
Planta de carinho, luz de alegria, doce flor
Amo-te como a rosa que se esquece de nascer
És sorriso, doce olhar, o sonho que quero ter
Pois sem ti, meu sonho, é solidão, sem amor
.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Por ti, viajarei por areais, tormentas do mundo

.
Por ti, viajarei por areais, tormentas do mundo
Enfrentarei canículas que me calhem em sorte
Perderei o medo de qualquer deserto profundo
Contigo, enfrentarei os intentos da dura morte
.
Contigo caminharei pelos alicerces do degredo
Deixarei as essências do meu silêncio tão duro
Viajarei pela voz calada do meu sentido medo
Serei silêncio entre plumas desse medo imaturo
.
Me vestirei do teu silêncio, pele suave, ternura
Inoportunos exílios dessa caminhada insegura
Levarei no coração, teu carinho, pura imagem
.
Viajará comigo, olhar triste, serena recordação
Lágrimas rolando, jóias em deserto de solidão
Serão mélica companhia durante minha viagem
.


terça-feira, 27 de junho de 2017

Se tu soubesses livrar-te desse teu cansaço

.
Se tu soubesses livrar-te desse teu cansaço
Se tu soubesses discernir a alma, o desejo
Talvez em mim deixasses um terno abraço
Acompanhado por um leve e sedutor beijo

Se tu soubesses o quanto vales para mim
Se tu soubesses o quanto vale um carinho
Talvez num sorriso mostrasses que enfim
Comigo querias seguir o mesmo caminho

Se tu soubesses valorizar a sinceridade
O quanto vale o sentimento, a realidade
Talvez a tua mente fosse sincera, aberta

E pelos livres trilhos da fatigada felicidade
Pelas ruas e encruzilhadas da dura verdade
Talvez caminhasses comigo pela parte certa
.

sábado, 27 de maio de 2017

Deixei de ser … um pouco de nada

.................................
Não sei quem sou, talvez pensamento
Serei gente, o imaginário, o momento
Apenas corpo, pele enrugada
Talvez seja tormento, alma agitada
Uma gota de água, uma semente
O êxtase, o homem que ternamente
Pensa em ti, suspiro profundo
Talvez seja um pouco do mundo
Seja a escrita, o instante
O silêncio, a palavra sussurrada
Não sei se do além, renasci
Se voltei a ser gente
Sei apenas que, nesse amor, por ti
Deixei de ser … um pouco de nada
Voltei a sentir a alma apaixonada
Para te amar ... eternamente
.....

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Nem tudo seria amor, nem decerto, felicidade


....................................
Queria ir viajar pelos caminhos da Primavera
Mas não sei por onde ir nem sequer começar
Confessa o meu coração que o bom que era
Era se tu quisesses esse caminho me ensinar
.
Iríamos os dois, olhos sorrindo, nos olhando
Embebecidos com as flores lindas, aromadas
Sentindo o nosso coração de amor, palpitando
Como era amoroso seguirmos de mãos dadas
.
Nem tudo seria amor, nem decerto, felicidade
As curvas do caminho, teriam a cumplicidade
Que sempre nos mostra a beleza da linda flor
.
Mas acredita que, na nossa destemida paixão
Acharíamos os caminhos que o nosso coração
Nos mostra quando transborda de doce amor
....................

domingo, 16 de abril de 2017

Páscoa Feliz


Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior e mais sábio homem do mundo morreu de braços abertos, como prova real da generosidade e fraternidade do seu abraço!

FELIZ PÁSCOA PARA TODOS

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Mágoas: Molham a alma de aspereza e dor de vida

.............................
Mágoas, qual água de tortura agreste
Que irrompem pelas ruelas do coração
Duras raízes de vida, qual arcipreste
Que nos assolam qual lava de vulcão
.
São tão tristes os doridos sentimentos
Que caminham por nevoeiro envolto
Pesares de vida, tortuosos momentos
Frias águas que correm em nosso rosto
.
"Bebidas" por lábios que o rosto, beijam
Quando em silêncio olhos lacrimejam
E deixam escorrer tão tristes  lágrimas
.
Molham a alma de aspereza e dor de vida
Revoltam-se contra a razão de voz dorida
E por isso, só por isso, são duras mágoas
... * ...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Como esquecer as ondas suaves do mar

......................
Como esquecer uns lábios que beijam
Oferecendo a luz e a voz da sedução
Mostrando o amor que tanto desejam
Arfar da pureza de um doce coração
.
Como não lembrar um olhar de ternura
Sentimentos sadios, abraços de alegria
Mostrando toda a mélica e fina doçura
Em palavras de silêncio, pura fantasia
.
Como esquecer as ondas suaves do mar
Que entravam dentro do nosso coração
Beijo trocado, alma doce, forte palpitar
Entre delírios de amor doçura e paixão
.
Olhos molhados por meiga recordação
De momentos puros tão lindos de viver
Como calar a voz de um dorido coração
Quando se nega a teus beijos, esquecer
.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Olhei o infinito encontrando teu doce olhar

.........................................
Olhei o infinito encontrando teu doce olhar
Mostrando o tempo que teu coração trunca
Quando meu ego me sussurra que se calhar
Esse nosso amor é infinito, não acaba nunca
.
Palavras sem acepção separam a felicidade
Quando o termo lido aos meus olhos me diz
Que o amor no silêncio da palavra saudade
Está nesse infinito qual assaz destino infeliz
.
Está no teu coração a palavra escrita e nua
Que sabes ser nosso destino e vontade tua
No infinito que olho e me gela em calafrio

Nostalgia de um amor  que um dia nasceu
Esse quente coração que eu sabia ser meu
Hoje não é mais que quente em lume frio
...........